Bactérias: classificação, características e mais!

Bactérias: classificação, características e mais!

Quer saber mais sobre as bactérias? O Estratégia MED preparou esse conteúdo com as informações mais importantes para ajudar nos seus estudos! Vamos lá!

Inscreva-se em nossa newsletter!

Receba notícias sobre residência médica e revalidação de diplomas, além de materiais de estudo gratuitos e informações relevantes do mundo da Medicina.

O que são bactérias?

Bactérias são seres vivos que pertencem ao reino Monera, um dos 5 reinos diferentes utilizados para classificar os organismos vivos. Dessa forma, elas possuem as 8 características essenciais para serem consideradas como seres vivos: 

  • Celularidade: possuir células, mesmo sendo única e simples como no caso das bactérias, ou complexas e em grande quantidade como no ser humano;
  • Metabolismo: o ser vivo precisa ser capaz de realizar diversas reações químicas dentro da célula, para manter o correto funcionamento delas, como anabolismo e catabolismo;
  • Capacidade de reprodução: todos os seres vivos precisam ter a capacidade de reprodução. Isso pode acontecer de diversas formas, desde assexuada — como cissiparidade — até sexuada;
  • Composição química: os seres vivos são formados por elementos químicos comuns como hidrogênio, oxigênio, nitrogênio e carbono, principalmente;
  • Evolução: por meio das mutações que acontecem no material genético dos seres vivos;
  • Resposta a estímulos: por meio de uma característica conhecida como irritabilidade, os seres vivos apresentam respostas aos variados estímulos que o ambiente pode gerar;
  • Crescimento: sofre transformações ao longo do seu ciclo de vida; e
  • Material genético: possui material genético em sua composição, o que garante o sucesso da reprodução por meio da hereditariedade. No caso das bactérias pode ser DNA ou RNA.

A principal característica exclusiva das bactérias em relação aos outros seres vivos é ser procarionte, ou seja, o material genético não fica contido em uma estrutura denominada núcleo, mas sim solto no citoplasma celular. As bactérias são seres unicelulares e microscópicos, cujo tamanho pode variar entre 1 e 5m.

Classificação das bactérias

Muitas classificações podem ser utilizadas para agrupar os diferentes tipos de bactérias. Os principais grupos são formados levando em conta a patogenicidade e a morfologia celular bacteriana.

Morfologia bacteriana

As bactérias são classificadas de acordo com o formato da célula; os três principais grupos são: cocos, bacilos e espiroquetas. Os primeiros são arredondados — formato de ‘bolinha’ —, o segundo grupo possui forma de bastão e o terceiro grupo é composto por células espiraladas.

Além do formato, o arranjo organizacional é uma importante forma de classificação, principalmente para os cocos. Essas bactérias podem se agrupar em cadeias lineares, formando os estreptococos, em formato de ‘cachos de uva’, quando são denominadas estafilococos, ou mesmo aos pares, recebendo a classificação de diplococos.

Patogenicidade

Para a prática médica, as bactérias são divididas principalmente em dois grupos diferentes: patogênicas e não patogênicas, ou seja, se causam ou não doenças. Ao contrário do que muitos acreditam, a patogenicidade é uma exceção, já que a maioria das bactérias são não patogênicas, logo, são incapazes de causar doenças no hospedeiro humano.

O grupo de bactérias patogênicas é dividido em 3 tipos diferentes, com base na composição da parede celular. As bactérias com parede celular rígida são as mais abundantes e costumam ser subdivididas em outros 3 subtipos: bacilos Gram-positivos, bacilos Gram-negativos e bacilos Álcool-ácido resistentes. Os quais causam as mais variadas doenças no homem.

Estrutura

As bactérias possuem uma estrutura bastante típica formada por: parede celular de peptidoglicano — fundamental para a proteção e patogenicidade —, membrana citoplasmática, ribossomo — responsável pela síntese de proteínas —, material genético — não é armazenado em um núcleo, mas relaciona-se com um nucleóide — e o mesossomo

Algumas bactérias possuem componentes não essenciais em sua estrutura, como: cápsula polissacarídica, plasmídeos, flagelo, pilus ou glicocálice. Todas elas estão relacionadas com alguma função para a sobrevivência bacteriana, por exemplo: proteção, reprodução e movimentação.

Quais as principais características?

As bactérias possuem características próprias que as diferenciam dos outros reinos. A principal delas é ser procarionte, ou seja, não possuir núcleo estruturado para abrigar o material genético bacteriano, seja DNA ou RNA. O ribossomo presente nas bactérias é diferente dos presentes nos fungos e animais, sendo classificado como 70S. 

Além disso, são microscópicas, unicelulares, não possuem mitocôndria ou qualquer outra organela membranosa, também podem ter motilidade e não realizam meiose ou mitose, já que a reprodução é feita por fissão binária, normalmente bipartição ou cissiparidade. Quanto ao material genético, as bactérias contam com um único cromossomo, que não é associado a histonas.

As bactérias também apresentam capacidade de transferência de DNA entre elas, característica com implicações médicas importantes, já que permite resistência a antibióticos. As três formas de transferência são: conjugação — controlada pelo plasmídeo F —, transdução — pela ação de vírus bacteriófagos — e transformação.

Quais as principais doenças causadas por bactérias?

As bactérias podem causar uma infinidade de doenças diferentes. As principais são:

  • Por Gram-positivas: pneumonia, faringite e celulite — causadas por streptococcus —, difteria, meningite, tétano, botulismo, antraz, doença de Whipple, entre outras;
  • Por Gram-negativas: gonorreia, meningite, enterocolite, cólera, febre tifóide, infecção do trato urinário, peritonite, entre outras; e 
  • Por bacilos Álcool-ácido resistentes: tuberculose e hanseníase, principalmente.

Gostou do conteúdo? O blog do Estratégia MED tem muitos outros textos como esse esperando por você! Caso esteja se preparando para as provas de Residência Médica ou Revalida, o Estratégia MED pode te ajudar com o Sistema de Questões MED e o Curso Extensivo para R1 e Revalida! Clique no banner e confira:

Curso Extensivo Residência Médica

Veja também:

Você pode gostar também