Herpes Genital: o que é, sintomas e muito mais!

Herpes Genital: o que é, sintomas e muito mais!

Quer descobrir tudo sobre a Herpes Genital? O Estratégia MED separou para você as principais informações sobre o assunto. Acompanhe este texto e descubra!

O que é e o que causa a Herpes Genital?

A herpes genital é a infecção genital causada pelos herpes simples tipo 1 e tipo 2 (HSV-1 e HSV-2), sendo que o tipo 2 é mais recorrente. Pode causar lesões ulceradas em vulva e vagina.

Qual o tempo de duração?

o que causa a Herpes Genital

O período de incubação da infecção por herpes simples varia de 2 a 26 dias, com média de 7 dias. Na maioria das vezes, o primeiro episódio de infecção é assintomático. 

Após a primeira infecção, o HSV-1 ou o HSV-2 percorre nervos periféricos e se aloja em células nervosas ganglionares. Pode ficar latente por longos períodos, de maneira que não causa sintomas. 

Entretanto, é possível que haja reativação desses vírus, especialmente quando há alguma redução da imunidade da pessoa que os hospeda. Tanto na primeira infecção quanto nas reativações, os sintomas perduram durante 2 a 3 semanas.

Quais os sintomas da herpes genital?

A herpes genital causa pequenas lesões eritematosas, que evoluem para vesículas. Após 24 a 48 horas, essas vesículas se rompem e causam ulcerações. São lesões dolorosas e, quando ocorrem as reativações, podem ser antecedidas por manifestações prodrômicas como prurido, sensação de ardor e aumento de sensibilidade local.

Diagnóstico

O diagnóstico tende a ocorrer pela mera apresentação clínica das lesões, que são bastante características. Entretanto, alguns exames complementares podem ser úteis, como: citologia, cultura viral, PCR do conteúdo das lesões e sorologia IgM e IgG. 

No entanto, a citologia não possui boa sensibilidade, a cultura viral tem percalços técnicos para ser realizada, o exame PCR nem sempre está disponível para ser realizado e a sorologia leva algumas semanas após a infecção para positivar. Por isso que a percepção clínica é de fundamental importância. 

Tratamento da herpes genital

Não existe nenhum tratamento capaz de eliminar a infecção pelo herpes simples, de maneira que os antivirais existentes trazem apenas melhora dos sintomas durante a atividade da infecção herpética. 

Na primoinfecção, os pacientes acometidos pela herpes genital devem usar aciclovir via oral 200mg, de 4 em 4 horas, por 7 a 10 dias; ou na dosagem de 400mg, de 8 em 8 horas, por igual período. Quando há recorrência, o esquema deve ser repetido da mesma forma, entretanto o início do uso pode ocorrer com o início das manifestações prodrômicas.

Algumas pessoas com muita recorrência de herpes genital – o que equivale a seis ou mais episódios por ano – podem se beneficiar do tratamento supressivo, que consiste em usar aciclovir oral 400 mg, de 12 em 12 horas.

Gostou do conteúdo que o Estratégia MED trouxe? Então, aproveite as oportunidades de estudo que preparamos para você! Se deseja se preparar para as provas de Residência Médica de todo o Brasil, então o Curso Extensivo do Estratégia MED é o seu principal aliado. 
Na plataforma do Estratégia MED há várias videoaulas voltadas para a prova de Residência Médica, material completo e atualizado, banco com milhares de questões resolvidas, possibilidade de montar simulados e de estudar onde e quando quiser. Se interessou? Clique no banner abaixo e saiba mais.

Você pode gostar também