14 de junho: Dia Mundial do Doador de Sangue!
Créditos: Shutterstock

14 de junho: Dia Mundial do Doador de Sangue!

Anualmente, no dia 14 de junho, comemora-se o Dia Mundial do Doador de Sangue, aquele que doa e salva vidas. E este dia, além de celebrar e agradecer as pessoas que já são doadoras, é também o momento de conscientizar e convidar o próximo a praticar um dos mais belos atos de amor e à Ciência.

E quando falamos que a doação de sangue salva vidas, não é exagero. Afinal, o sangue é essencial para intervenções de urgência e emergência, tratamentos em pacientes com condições que apresentam riscos como hemofilia e anemias sintomáticas com sinais clínicos de hipóxia tecidual, procedimentos clínicos, cirúrgicos, oncológicos etc. Mas, infelizmente, as notícias de que os Bancos de Sangue pelo país apresentam estoques baixos e críticos de sangue seguro são recorrentes e a chegada da COVID-19 impactou ainda mais estes números.

Em uma pesquisa feita pela farmacêutica Abbott, e divulgada em novembro de 2021, foi apontado que apenas 19% dos brasileiros, entre 16 e 64 anos, doam sangue regularmente – ou seja, pelo menos uma vez ao ano – enquanto 9% doam apenas quando solicitado, 23% doam apenas quando alguém da família ou conhecido necessita e 48% não possuem o hábito de doar. A pesquisa também confirma o impacto negativo da pandemia: apenas 21% dos entrevistados afirmam ter feito doação neste período e os principais motivos que fazem as pessoas desistirem de seguir com a doação são preocupação, medo e desconforto.

Caso algum desses receios esteja te impedindo, tranquilize-se! A doação dura menos de uma hora, não há riscos de contaminação, pois todo o material utilizado é descartado, e o máximo de sangue retirado é de 450ml – menos de 10% do que uma pessoa adulta possui (5l).

Requisitos, impedimentos e como doar

Com as preocupações deixadas de lado, você poderá doar sangue desde que tenha entre os 16 e 69 anos, peso superior a 50 kg e apresente um documento oficial com foto. Fácil, não é?

Confira algumas regrinhas que devem ser seguidas para que a doação seja feita de forma adequada:

  • Estar alimentado, mas evite alimentos gordurosos. Caso a doação aconteça após o almoço, aguarde 2 horas;
  • Uma boa noite de sono é essencial. Você precisa ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;
  • Homens podem doar até 4 vezes ao ano, com um intervalo mínimo de 2 meses entre as doações. Já as mulheres podem doar até 3 vezes ao ano, com um intervalo mínimo de 3 meses; 
  • Os doadores menores de 18 anos só poderão doar com autorização dos responsáveis; 
  • E se você se encontra na faixa etária dos 60 aos 69 anos, só poderá doar sangue caso já tenha feito isso antes dos 60.

E para que o sangue recebido seja seguro, o Ministério da Saúde define alguns impedimentos, alguns temporários enquanto outros definitivos. Confira:

Impedimentos Temporários

ImpedimentosPeríodo do impedimento
Gripe, resfriado e febreAguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas
Período gestacionalDurante toda a gestação
Período pós-gravidez90 dias para o parto normal e 180 para cesariana
AmamentaçãoAté 12 meses após o parto
Ingestão de bebida alcoólicaMínimo de 12 horas que antecedem a doação
Tatuagem e/ou piercing12 meses (obs: piercing em cavidade oral ou região genital impedem a doação)
Extração Dentária72 horas
Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes3 meses
Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem seqüelas graves, tireoidectomia, colectomia6 meses
Transfusão de sangue12 meses
Vacinaçãoo tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina
Exames/procedimentos com utilização de endoscópio6 meses
Ter sido exposto a situações de risco acrescido para infecções sexualmente transmissíveisAguardar 12 meses após a exposição

Impedimentos Definitivos

Ter passado por um quadro de hepatite após os 11 anos de idade;
Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;
Uso de drogas ilícitas injetáveis; e
Malária.

Com todas as informações em mente, fica mais fácil. Então, para doar sangue, procure as unidades de coleta de seu município ou dos mais próximos, como os Hemocentros, para checar se você atende todos os requisitos.

A doação de sangue é fácil, rápida e em menos de uma hora você pode ajudar a salvar até quatro vidas!

Banner CTA EMED

Você pode gostar também