Residência Médica em Medicina Intensiva: rotina, remuneração, estudos e mais!

Residência Médica em Medicina Intensiva: rotina, remuneração, estudos e mais!

Quer saber mais sobre a Medicina Intensiva? Se sim, você veio ao lugar certo. Confira abaixo o que o Estratégia MED separou sobre essa especialidade.

O que é a Medicina Intensiva?

A Medicina Intensiva é uma especialidade médica desenvolvida com o intuito de formar médicos capazes de trabalhar na Unidade de Terapia Intensiva, conhecida como UTI. Essa especialidade surgiu em meados do século XX, sendo considerada nova no mercado. Seu principal o objetivo é preparar os profissionais para prestar cuidados intensos em pacientes com diagnósticos mais delicados.

Inscreva-se em nossa newsletter!

Receba notícias sobre residência médica e revalidação de diplomas, além de materiais de estudo gratuitos e informações relevantes do mundo da Medicina.

O que faz um Médico Intensivista?

O Intensivista é responsável por supervisionar os pacientes em estado grave e que dependem de um profissional para examinar o caso com mais cuidado. O profissional também deve liderar os cuidados das Unidades de Terapia Intensiva (UTI). 

O perfil do Médico Intensivista é baseado em liderança, o profissional precisa conseguir atuar sob pressão, mantendo o controle emocional e excelente relação com a equipe toda. 

Por ter contato diretamente com a família do paciente, ele deve ser atencioso, além de passar segurança e empatia.

Rotina do Médico Intensivista

O médico intensivista pode atuar como plantonista na UTI geral ou especializada e, também, pode exercer sua especialidade na área em que residia anteriormente.

 Veja abaixo algumas áreas de atuação dentro dessa especialidade:

  • Atuação no pós-operatório, como extensão da sala de recuperação anestésica para cuidados intensivos de enfermagem;
  • Para indivíduos com pouca reserva fisiológica, que sofreram agressões agudas potencialmente reversíveis, precisando de suporte até que as anormalidades se revertam;
  • Com pacientes que necessitem manter a fisiologia sob controle rigoroso para evitar danos maiores; e
  • Pacientes submetidos a uma alteração fisiológica massiva.

Residência Médica em Medicina Intensiva

O médico que deseja atuar nessa especialidade, deverá realizar pelo menos dois anos de Residência Médica em Cirurgia Geral, Clínica Médica, Pediatria, Anestesiologia, Infectologia ou Neurologia. Após a conclusão, poderá realizar a Residência em Medicina Intensiva, que tem duração de dois anos.

No período da Residência, o profissional aprende diversos procedimentos práticos, controle de saúde e segurança do paciente.

A segunda forma de se tornar um Médico Intensivista é pela realização do programa de especialização em centro credenciado pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB). Após concluir esse período, o profissional também precisará realizar o exame de título.  

Quanto ganha um Médico Intensivista?

Uma das maiores dúvidas na hora de escolher a profissão é relacionada a faixa salarial, que depende muito de como e em qual região a profissão é exercida.

Segundo pesquisa feita pelo site Vagas, a média salarial nessa área é de R$ 10.324,00. Por ser nova no mercado, a tendência é de crescimento e, consequentemente, crescimento da faixa salarial.

Estudo por questões

Está em busca da aprovação? Então conheça agora o Banco de Questões MED!

O BQMED possui milhares de questões respondidas e comentadas pelos nossos professores. Além disso, resolver questões auxilia os estudantes a se sentirem mais seguros nas avaliações e a treinarem seu tempo de resolução. Quer investir ainda mais nos seus estudos? O Estratégia MED oferece o Curso Extensivo para R1 e Revalida! Não perca essa oportunidade, conte conosco para alcançar a aprovação!

Com essas informações que o Estratégia MED separou fica muito mais prático escolher qual especialidade seguir. Quer saber mais sobre as diversas profissões da medicina? Clique aqui e confira! 

Veja também:

Curso Extensivo Residência Médica

Por: Nathália Diniz

Você pode gostar também