Instituído o Comitê Técnico Interministerial de Saúde da População Negra
Brasília (DF), 11/10/2023, Prédio do Ministério da Saúde, na Esplanada dos MInistérios em Brasília. Foto: Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

Instituído o Comitê Técnico Interministerial de Saúde da População Negra

Foi divulgado hoje (16) por meio do Diário Oficial da União o decreto assinado pelo Presidente da República que estabelece a criação do Comitê Técnico Interministerial de Saúde da População Negra (CTSPN). O comitê tem o intuito de monitorar e avaliar a implementação da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra (PNSIPN). Confira o documento oficial:

O decreto é firmado para promover políticas de saúde que contemplem a diversidade étnico-racial do país, buscando garantir o acesso equitativo e a qualidade nos serviços de saúde para a população negra.

Inscreva-se em nossa newsletter!

Receba notícias sobre residência médica e revalidação de diplomas, além de materiais de estudo gratuitos e informações relevantes do mundo da Medicina.

Principais ações previstas para o comitê

O CTSPN é de caráter permanente e, de acordo com o documento, tem como responsabilidades:

  • fomentar a equidade racial na área da saúde por meio de ações de prevenção, de promoção e de atenção à saúde, de acordo com as políticas nacionais de saúde e com os princípios e as diretrizes do Sistema Único de Saúde;
  • estabelecer diretrizes para a elaboração de plano de ação para o fortalecimento da PNSIPN, com vistas a garantir equidade racial nas ações de saúde em todas as fases da vida;
  • monitorar e avaliar políticas, ações e estratégias realizadas no âmbito da PNSIPN;
  • propor critérios para ações que visem à promoção da equidade racial e ao enfrentamento do racismo nos diferentes níveis de atenção à saúde do SUS;
  • reunir subsídios técnicos sobre saúde da população negra para apoiar a elaboração e a implementação do Plano Nacional de Saúde, do Plano Plurianual e do Plano Operativo, dentre outros instrumentos de gestão governamental;
  • propor estratégias de intervenção intergovernamental, com foco na redução das iniquidades étnico-raciais e no enfrentamento do racismo institucional na saúde;
  • fomentar a formação e a educação permanente dos trabalhadores do SUS segundo os princípios e as diretrizes da PNSIPN para garantir a prestação de atenção à saúde qualificada e humanizada à população negra;
  • entre outras atividades.

Assim, a equipe entra com a responsabilidade primordial de fomentar a equidade racial na área da saúde, promovendo ações de prevenção, promoção e atenção à saúde em consonância com as políticas nacionais de saúde e os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), visando à prestação de um atendimento qualificado e humanizado dentro do sistema de saúde brasileiro.

Composição do comitê

O CTSPN será composto por representantes de órgãos governamentais, conselhos de saúde, entidades relacionadas à igualdade racial e organizações da sociedade civil, assegurando a participação social em suas deliberações. Ademais, poderá convidar especialistas e representantes de órgãos públicos e privados para contribuir em suas atividades.

As reuniões do comitê ocorrerão periodicamente, com a Secretaria-Executiva a cargo do Ministério da Saúde. Vale ressaltar que a participação no CTSPN será considerada prestação de serviço público relevante e não remunerada

Boletim Epidemiológico de Saúde da População Negra

Um atendimento qualificado e humanizado dentro do SUS para a população negra, como preconiza o novo comitê, faz-se essencial se consultado o panorama da saúde desta população. Divulgado no Boletim Epidemiológico de Saúde da População Negra, o panorama,  lançado em outubro de 2023, revela disparidades significativas entre diferentes grupos étnicos no Brasil, com um impacto desproporcional sobre a população negra. Confira os dois volumes do documento oficial:

Estatísticas indicam que, em 2021, mais de 60% das mortes relacionadas ao vírus HIV afetaram indivíduos classificados como pretos ou pardos. Ainda, dados apontam que 67% das gestantes diagnosticadas com HIV eram negras e 70% das crianças com sífilis congênita tinham a mãe negra. 

Outro aspecto preocupante foi a elevada taxa de mortalidade por Covid-19 entre mulheres negras. A doença representou 22% de todas as mortes maternas em 2020, com 63% desses óbitos ocorrendo entre mulheres pretas e pardas. Paralelamente, a mortalidade materna relacionada à hipertensão vem aumentando entre as mulheres negras, com um crescimento de 5% entre 2010 e 2020.

Em relação à tuberculose, o boletim reportou 78 mil novos casos em 2022, dos quais 49 mil foram registrados em indivíduos pardos e pretos, totalizando 63% dos diagnósticos. O boletim epidemiológico também revela uma tendência preocupante de aumento nos índices de mortalidade materna e infantil, bem como na prevalência de doenças crônicas e infecciosas, além de casos de violência, ao longo da última década entre a população negra.

Mais taxas alarmantes foram documentadas no boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde, que também destaca os efeitos devastadores do racismo na saúde dos afrodescendentes

No Portal de Notícias do Estratégia MED você confere muitos outros artigos e relações de dados úteis dentro da medicina. Continue acompanhando o Portal de Notícias do Estratégia MED para mais informações sobre processos seletivos de residência médica, revalidação de diplomas em Medicina, além de novidades da área médica.

Banco de Questões

Banco de Questões + Bônus Resumos Estratégicos - Anual

Estude com o maior Banco de Questões autônomo da área médica, com mais de 198 mil questões disponíveis, sendo mais de 104 mil comentadas alternativa por alternativa e mais de 68 mil resolvidas em vídeo pelos professores especialistas do Estratégia MED.
12x R$ 192,32
No Cartão de Crédito ou 10% de desconto no Boleto ou Pix à vista: R$ 2.077,11
Promoção válida até: 23/05/2024

Saiba mais

Banco de Questões + Bônus Resumos Estratégicos - Semestral

Estude com o maior Banco de Questões autônomo da área médica, com mais de 198 mil questões disponíveis, sendo mais de 104 mil comentadas alternativa por alternativa e mais de 68 mil resolvidas em vídeo pelos professores especialistas do Estratégia MED.
12x R$ 133,99
No Cartão de Crédito ou 10% de desconto no Boleto ou Pix à vista: R$ 1.447,11
Promoção válida até: 23/05/2024

Saiba mais
Você pode gostar também