Genética Médica: residência, atuação e mais!
Créditos: Shutterstock

Genética Médica: residência, atuação e mais!

Quer conhecer um pouco mais sobre a especialidade Genética Médica ou confirmar se é a certa para você? Siga no texto e confira as principais informações separadas pelo Estratégia MED sobre esta não tão nova especialidade, mas ainda pouco explorada no Brasil.

O que é Genética Médica?

Como o próprio nome sugere, a especialidade Genética Médica é a responsável pela avaliação, diagnóstico e tratamento de distúrbios genéticos ou hereditários, ou seja, distúrbios que ocorrem devido a um erro ou dano no material genético do paciente ou por questões hereditárias transmitidas entre gerações da família, podendo se manifestar em qualquer momento da vida.

O especialista na área, mais conhecido como médico geneticista, utiliza técnicas avançadas de diagnóstico para identificar as condições genéticas e avaliar a probabilidade da pessoa desenvolvê-las e assim explicar os resultados, riscos e possíveis tratamentos disponíveis.

Além disso, o trabalho do médico geneticista envolve o acompanhamento de pacientes com estas condições ao longo de suas vidas e também podem colaborar com outros especialistas, como médicos pediatras, obstetras e oncologistas. Dessa forma, a Genética Médica desempenha um papel fundamental na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças genéticas, contribuindo principalmente com a melhoria da saúde e qualidade de vida dos pacientes.

De acordo com o Demografia Médica 2023, o Brasil conta com 342 especialistas em Genética Médica, totalizando 407 registros no país. Apesar do baixo número, nos últimos 10 anos observou-se uma taxa de crescimento de 103,5% nos registros.

Fundada oficialmente em 1986, a Sociedade Brasileira de Genética Médica e Genômica (SBGM) é a representante oficial da especialidade.

Áreas de atuação do médico geneticista

Sendo responsável pela avaliação de condições genéticas e hereditárias, o médico geneticista pode atuar em diversas áreas da medicina e em qualquer momento da vida do paciente, desde o pré-natal à vida adulta.

Com ampla área de atuação, o especialista em Genética Médica pode atuar em consultórios, maternidades, hospitais, laboratórios, clínicas de reprodução, telemedicina e mais. Além disso, dentre a gama de atribuições do profissional, o médico geneticista é apto para trabalhar com:

  • Reprodução Humana, desde investigação até orientação referente à fertilidade e à fertilização assistida;
  • Diagnóstico Pré-Natal e Triagem Neonatal;
  • Diagnóstico e tratamento de doenças metabólicas hereditárias;
  • Estudo de predisposição genética e do risco do desenvolvimento de câncer ou outras doenças;
  • Avaliação, diagnóstico e tratamento em pacientes com doenças genéticas;
  • Análise e interpretação de dados genéticos; e
  • Estudo de variações genéticas em grupos populacionais.

Residência Médica em Genética Médica

Para tornar-se especialista em Genética Médica, o médico interessado tem entre suas opções a realização da residência médica na especialidade, devidamente reconhecida e credenciada pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM).

Com duração de 3 anos, os únicos requisitos exigidos ao médico que deseja ingressar na residência de Genética Médica são o diploma de medicina e o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM). O diploma deve ter sido obtido em universidade brasileira ou estrangeira, desde que revalidado por uma instituição brasileira, após a aprovação em um dos processos existentes de revalidação de diplomas obtidos no exterior.

Após a residência, o médico estará apto a realizar a avaliação clínica a partir de anamnese voltada para a genética, investigação laboratorial de anomalias congênitas, triagem neonatal expandida e muito mais. Confira abaixo a Matriz de Competências completa e atualizada do programa de residência médica em Genética Médica:

A partir disso, a obtenção do Título de Especialista se tornará possível após o cumprimento da carga horária total da residência médica e aprovação na prova de título da SBGM.

O profissional que realizou curso de especialização ou estágio na especialidade também pode se candidatar ao título, desde que apresente certificado de conclusão com duração e programa igual ao da residência médica. Outra forma de cumprir os critérios para a realização da prova de título é pela comprovação de atividade profissional em Genética Médica e em todas as suas grandes áreas durante os últimos 6 anos em território brasileiro.

Seleção e Vagas autorizadas no Brasil

A seleção para a residência médica em Genética Médica segue o padrão de outros processos seletivos presentes no país para especialidades com Acesso Direto. Seguindo a Resolução atualizada pela CNRM, as seleções para ingresso nos programas de residência devem contar, obrigatoriamente, com uma prova de conhecimento teórico composta de questões objetivas e com caráter classificatório e eliminatório.

Outras possíveis etapas ficam a critério da instituição responsável pela seleção e podem contar com análise curricular — comumente aplicada —  além de entrevista e prova prática.

Até 2022, a especialidade de Genética Médica contava com 30 vagas autorizadas para o primeiro ano de residência médica (R1). Porém, após o cancelamento de 987 programas de residência médica pela CNRM após inatividade, a relação de vagas autorizadas ficou da seguinte maneira:

UFINSTITUIÇÕESVAGAS R1
BAUFBA3
DFResidência Médica Integrada COREME/SES-DF2
MGUFMG2
RJUNIRIO2
RJIFF/Fiocruz2
RSUFCSPA1
RSHCPA3
SPUnicamp2
SPUSP-SP5
SPUSP-RP4
SPUNIFESP2

Confira também a relação de candidatos por vaga – concorrência, na temporada 2022/2023 dos processos seletivos:

INSTITUIÇÃOCONCORRÊNCIA 2023
ENARE (Instituições participantes: UFMG, UNIRIO)5,75
SUS-BA (Instituição participante: UFBA)2,67
SES-DF4
IFF/Fiocruznão divulgado
UFCSPA4
HCPA5,33
Unicamp13,5
USP-SP8,8
USP-RP5,67
UNIFESP11,5

Se Genética Médica é a sua opção para ingressar na residência médica em 2024, ainda há tempo para se preparar! Com o Curso Intensivo Residência Médica do Estratégia MED você terá à disposição um material otimizado, feito exclusivamente por um time de professores especialistas e focado no que as principais bancas do país cobram. Vem ser coruja!

Curso Intensivo de Residência Médica - Estratégia MED
Você pode gostar também
Quanto ganha um Psiquiatra?
Leia mais

Quanto ganha um psiquiatra?

E aí, futuro residente? Tem curiosidade de saber quanto ganha um psiquiatra? O Estratégia MED separou todas as…