Ministério da Saúde amplia faixa etária para vacinação contra dengue
Foto: National Cancer Institute/Unsplash

Ministério da Saúde amplia faixa etária para vacinação contra dengue

Recomendação vale para doses da vacina com validade até 30 de abril de 2024

Recomendada pelo Ministério da Saúde na última quarta-feira (17), a ampliação temporária das faixas etárias para aplicação da vacina contra a dengue foi definida em reunião da Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização (CTAI) e se dá, temporariamente, para evitar a perda de estoques da vacina QDenga com validade até 30 de abril de 2024.

Segundo a nota técnica publicada e assinada por Eder Gatti Fernandes, Diretor do Departamento do Programa Nacional de Imunizações, e Ethel Maciel, Secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente, os municípios que ainda tiverem um alto número de doses com este vencimento poderão ampliar a vacinação e aplicá-las em crianças e adolescentes entre 6 e 16 anos. Caso a adesão na campanha siga baixa, a recomendação permite que os municípios expandam a aplicação destas doses para entre 4 e 59 anos, faixa etária permitida e especificada na bula do imunizante.

Aqueles que forem vacinados dentro desta recomendação temporária, terão garantida a segunda dose. Confira a nota técnica abaixo:

O público-alvo prioritário ainda são crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, conforme estabelecido previamente pelo Ministério da Saúde.

Inscreva-se em nossa newsletter!

Receba notícias sobre residência médica e revalidação de diplomas, além de materiais de estudo gratuitos e informações relevantes do mundo da Medicina.

Processo de incorporação da vacina contra a dengue

A vacina Qdenga, aprovada na União Europeia e outros países, foi avaliada positivamente pela Conitec, considerando seu impacto na redução de casos e hospitalizações por dengue. Apesar da limitação na capacidade de entrega do fabricante, a estratégia de oferta foi considerada essencial, sendo discutida nos Comitês Técnicos Assessores de Imunização e Arboviroses.

O processo de incorporação foi agilizado com uma consulta pública de 10 dias, resultando em mais de 2 mil contribuições. Durante as negociações, houve uma redução de 44% no custo por dose. A Conitec também recomendou que futuros estudos da Takeda, fabricante da vacina, considerem as necessidades do PNI.

A vacina Qdenga está registrada na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e é indicada para a prevenção da dengue, causada por qualquer sorotipo do vírus, em indivíduos com idades entre 4 e 59 anos, independente de exposição prévia à doença.

Saiba mais: 
Vacina contra a dengue é incluída no SUS pelo Ministério da Saúde
Ministério da Saúde passa a recomendar a vacina contra Dengue para pessoas de 10 a 14 anos

Se você quer ficar por dentro de mais conteúdos relevantes sobre a área médica, continue acompanhando o material preparado pelo Portal de Notícias do Estratégia MED. Aqui, você encontrará informações atualizadas sobre residências, carreira médica e muito mais.

Curso Intensivo de Residência Médica - Estratégia MED
Você pode gostar também
Capa Concurso Público CNU 2024 atualização
Leia mais

CNU tem provas adiadas

Na área médica, são 23 vagas disponíveis para o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos e Advocacia Geral da União