Tudo sobre Otorrinolaringologia
Man patient in the medical office. Doctor in medical mask.

Tudo sobre Otorrinolaringologia

Você sabe quais são as doenças que acometem boca, nariz e ouvidos? Ou quais profissionais tratam delas? Então, descubra mais sobre a especialidade médica de Otorrinolaringologia e suas características com o Estratégia MED! 

A Otorrinolaringologia e o Otorrinolaringologista

A especialidade médica de Otorrinolaringologia é a responsável por tratar de patologias que acometem o nariz, os seios da face, a garganta e os ouvidos. Ou seja, ela tem a função de cuidar de três dos nossos cinco sentidos: audição, olfato e paladar

A otorrinolaringologia é uma área clínico-cirúrgica que tem um leque muito grande de opções a serem seguidas. O profissional pode atuar em consultórios, clínicas, ambulatórios e em plantões.

O otorrinolaringologista tem algumas atividades principais em sua rotina de trabalho. Confira:

  • Diagnóstico de vestibulopatias periféricas – distúrbio que altera o equilíbrio corporal e compromete do nervo vestibular até a entrada no tronco encefálico;
  • Remoção de cáseo – “bolinhas” de material calcificado nas amígdalas;
  • Remoção de cerúmen – conhecido popularmente como cera, trata-se de uma secreção proveniente das glândulas sebáceas que estão no canal auditivo externo;
  • Videolaringoscopia – exame de imagem, cujo objetivo é visualizar as estruturas da boca, orofaringe e laringe;  e
  • Videoendoscopia nasal – é uma nasoendoscopia. Permite avaliar se existe obstrução mecânica do nariz e nasofaringe. 

Principais Doenças tratadas pelo Otorrinolaringologista

  • Adenoides e Amígdalas Aumentadas;
  • Alterações das Cordas Vocais;
  • Amigdalite;
  • Desvio do Septo Nasal;
  • Distúrbios da Audição;
  • Distúrbios da Fala
  • Distúrbios de Deglutição;
  • Distúrbios do Sono;
  • Faringite;
  • Labirintite;
  • Otites;
  • Paralisia Facial;
  • Perfuração Do Tímpano;
  • Polipose Nasal;
  • Rinites;
  • Ronco e Apneia Noturna; e
  • Sinusite.

Áreas de Atuação

Após participar e cumprir os critérios do programa Residência Médica, os médicos também participam do exame para receber seu título de especialista pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF)

Por fim, os profissionais podem escolher, dentre as diversas áreas, qual será a sua especialização. Confira algumas delas:

  • Laringologia: é voltada para os problemas da laringe e da voz;
  • Medicina do Sono: estuda as funções do sono, seus distúrbios e seus impactos;
  • Otologia: responsável por tratar dos problemas do aparelho auditivo;
  • Otoneurologia: área que estuda o equilíbrio corporal e o sistema auditivo;
  • Otorrinolaringologia Ocupacional;
  • Otorrinolaringologia Pediátrica; e
  • Rinologia: cuida dos problemas que acometem as vias aéreas superiores.
Otorrinolaringologista

Além das áreas de atuação, o otorrinolaringologista realiza cirurgias como a adenoamigdalectomia (remoção das amígdalas), a timpanoplastia (reconstrução do tímpano ou da cadeia ossicular destruída), e a septoplastia (corrige o desvio de septo do nariz). Porém, ele também pode se especializar em cirurgias plásticas na face, como:

  • Otoplastias (cirurgia nas orelhas);
  • Rinoplastias estéticas e reconstrutoras; e
  • Ritidoplastia (rejuvenescimento facial).

Quanto ganha um Otorrinolaringologista?

Segundo a plataforma Salário, o salário médio de um médico especializado em otorrinolaringologia, no Brasil, é de R$ 5.025,74. Lembre-se que esse valor muda de acordo com a região, o quanto o médico faz de horas semanais, seu nível de formação e de quanto o local necessita daquele profissional.

A Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial

A ABORL-CCF foi criada em 1978, ela é uma sociedade civil de caráter científico, vinculada a Associação Médica Brasileira (AMB), que visa representar a classe dos otorrinolaringologistas; promover o desenvolvimento da especialidade; e gerar uma troca científica, técnica, cultural e social entre os seus associados.

Também é a ABORL-CCF que realiza e aplica o exame de Título de Especialista em Otorrinolaringologia.

Especialistas no Brasil

De acordo com a Demografia Médica de 2020, realizada pela Universidade de São Paulo (USP), há 7.186 Otorrinolaringologistas no Brasil. Dentre esses 7 mil médicos, 40,2% são mulheres e 59,8% são homens, com idade média de  46,3 anos.

Confira a distribuição desses profissionais nas regiões do país.

RegiõesDistribuição
Norte  3,3%
Nordeste16,8%
Sudeste54,0%
Sul17,1%
Centro-Oeste  8,8%

Residência Médica em Otorrinolaringologia

Como mais um dos programas de Acesso Direto, a especialidade de Otorrinolaringologia não exige a realização de outra Residência. A formação tem duração de 3 anos.

A Demografia Médica de 2020 também nos mostra quantos residentes em otorrinolaringologia existiam no país em 2019:

  • 830 residentes no total; e
  • 213 residentes apenas no 1º ano.

Confira também quais são as principais instituições para se realizar essa Residência:

O estudo por questões

Já está se preparando para os concursos de Residência Médica ou Revalida? Sim? Então, você sabe o quão é importante se atentar sempre ao método de estudo, certo? Você precisa escolher aquele que seja completo, eficaz, objetivo e prático. Exatamente como o aprendizado por meio das resoluções de questões é!

Pensando nisso, o Estratégia MED criou duas plataformas que são essenciais para a sua aprovação. Cadastre-se agora no Banco de Questões do Estratégia MED e no Curso Extensivo para R1 e Revalida. Assim, você poderá estudar por meio de milhares de questões e aulas exclusivas do EMED!

Curtiu essas informações? Então, não perca nada do Blog do Estratégia MED, porque aqui você estará sempre por dentro de várias informações sobre as especialidades e, assim, seu aprendizado ficará ainda mais completo!

Você pode gostar também