As 10 residências mais concorridas em Medicina de Família e Comunidade
Créditos: Shutterstock

As 10 residências mais concorridas em Medicina de Família e Comunidade

Confira agora mesmo quais foram os 10 programas de Medicina de Família e Comunidade mais concorridos em 2023 nas provas de Residência Médica

Embora apenas 2,3% dos especistalistas sejam da área, cada vez mais vagas para Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade são divulgadas pelas instituições. Entre 2010 e 2019, houve um aumento de 469,6% na oferta das vagas, porém, grande parte ainda permanece ociosa.

Se você quer mudar essa realidade e agregar à atenção primária do país, confira quais foram os programas de residência médica mais buscados na área! Continue no texto e saiba quais foram as 10 residências mais concorridas de Medicina de Família e Comunidade no último ano.

Residência em Medicina de Família e Comunidade

A Medicina de Família e Comunidade (MFC) é uma especialidade médica focada na saúde contínua e abrangente, prestando assistência aos cidadãos de uma maneira versátil. Para conseguir esses resultados, o médico enfatiza o tratamento na família e na pessoa, além de orientar toda a comunidade.

idade e condições dos pacientes atendidos são as mais variadas: desde bebês até idosos e grávidas. Além disso, o profissional não age apenas quando surge algum problema de saúde, ele também pode atuar na prevenção, cura e reabilitação de distúrbios crônicos, por exemplo.

Um dos propósitos da profissão é estabelecer com o paciente uma boa comunicação, centrada na abordagem familiar e comunitária, reconhecendo que as interações com outros é uma parte fundamental dos processos de saúde e tratamentos.

Para se tornar um especialista da área, o profissional deve realizar a Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade, especialidade médica de acesso direto e com duração de 2 anos.

Saiba mais sobre a profissão: Residência Médica em Medicina da Família e Comunidade: rotina, remuneração, estudos e mais!

Inscreva-se em nossa newsletter!

Receba notícias sobre residência médica e revalidação de diplomas, além de materiais de estudo gratuitos e informações relevantes do mundo da Medicina.

As 10+ concorridas em Medicina de Família e Comunidade

Abaixo, você vai conferir a lista das 10 provas/programas de residência médica em que a especialidade de Medicina de Família e Comunidade ficou com as maiores relações candidato/vaga do Brasil, ou seja, onde a residência de Medicina de Família e Comunidade foi mais concorrida.

Usando os dados dos processos de 2022/2023, a seleção abrange as concorrências oficiais divulgadas pelas bancas e seleções no último ano, bem como as relações exclusivas elaboradas pelo Estratégia MED, sempre se baseando nos documentos oficiais das instituições. Essa relação é elaborada a partir do número de inscritos que um dado programa recebe, dividido pelo número de vagas ofertadas pela instituição. Assim, descobre-se a relação candidato/vaga: quantos candidatos estão disputando por cada vaga no processo.

1. AMRIGS – Hospital Unimed

programa de residência mais concorrido na especialidade de Medicina de Família e Comunidade em 2023 foi o ofertado pelo Hospital Unimed. Foram 14 candidatos por vaga, sendo que 14 pessoas se inscreveram para apenas 1 vaga ofertada.

A seleção para ingresso no programa foi a da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), composta por 100 questões de múltipla escolha, no modelo ABCD. Apenas a 1ª etapa, prova objetiva, é realizada sob responsabilidade da AMRIGS. A nota de corte para classificação fixou-se em 37 pontos.

Saiba mais sobre a seleção: Residência Médica AMRIGS: inscrições, edital 2022/2023, vagas e mais!

2. AMRIGS – Escola de Saúde Pública (Canoas)

Com uma concorrência de 12 candidatos por vaga, a Escola de Saúde Pública, em Canoas (RS), ocupa a 2ª colocação de programa de Medicina de Família e Comunidade mais concorrido. A instituição ofereceu 2 vagas e logrou 24 inscritos para a especialidade. A seleção para o programa também aconteceu por meio da AMRIGS.

3. PSU-MG – Universidade Federal de Ouro Preto

A terceira posição fica para a Universidade Federal de Ouro Preto, uma das 79 instituições participantes do Processo Seletivo Unificado de Minas Gerais (PSU-MG). Ao todo, 37 candidatos interessados no programa se inscreveram e concorreram a 4 vagas ofertadas, o que deixou a concorrência em 9,25 candidatos por vaga.

O PSU-MG é composto por duas etapas: Prova Objetiva com peso 9 na nota final e a Análise Curricular com peso 1. Para classificação na 1ª fase, os candidatos de Cirurgia Geral precisaram responder 75 questões baseadas e divididas igualmente entre as cinco grandes áreas médicas: Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria e Medicina Preventiva e Social. A nota de corte para a aprovação neste programa foi de 55,9 pontos.

Para saber tudo sobre o Processo Seletivo: Residência Médica PSU-MG 2023: inscrições, edital, vagas e mais!

4. UNIFESP

Na quarta colocação está a prova da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), que obteve uma relação candidato/vaga de 9 para a especialidade de Medicina de Família e Comunidade na seleção para ingresso em 2023. Ao todo, foram contabilizados 44 inscritos para 5 vagas ofertadas.

O processo seletivo para Residência Médica da UNIFESP 2023 contou com uma prova objetiva, prova prática e entrevista. A primeira etapa, exame objetivo, consistia em um teste com 100 questões de múltipla escolha.

Entenda melhor sobre a seleção: Residência Médica UNIFESP: tudo sobre o processo seletivo!

5. USP-SP

Com uma concorrência de 8,9 candidatos por vaga, a Universidade de São Paulo (USP-SP) ocupa a 5ª colocação na relação de programas mais concorridos para Medicina de Família e Comunidade. A instituição ofereceu 10 vagas para a especialidade e 89 candidatos se inscreveram.

Para ingressar em Medicina de Família e Comunidade, o seletivo da USP-SP envolveu duas fases: Prova Objetiva, com peso 9 e Análise Curricular, com peso 1. Na 1ª fase, os candidatos precisaram responder a 100 questões objetivas de múltipla escolha, além de realizar uma segunda prova, com 20 questões objetivas baseadas em 10 casos clínicos.

Para saber tudo sobre a seleção, acesse: Residência Médica USP-SP 2023: vagas, concorrência e mais!

6. UNICAMP

Parar ingressar em Medicina de Família e Comunidade na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), os interessados precisaram superar 8,38 candidatos para cada vaga ofertada. Ao todo, a Unicamp ofereceu 13 vagas para a especialidade e 109 candidatos se inscreveram.

O processo seletivo foi composto por duas etapas. A primeira era formada por uma prova objetivacontendo 80 questões de múltipla escolha com peso 35 e pontuação máxima de 10, além de uma prova dissertativa, realizada no mesmo dia, que teve peso 55, contendo 60 questões de respostas curtas acerca das cinco áreas básicas. A 2ª fase foi composta pela análise do curriculum vitae.

nota de corte de Medicina de Família e Comunidade foi de 4,57 pontos e apenas candidatos com nota igual ou superior foram classificados para a 2ª etapa.

Confira tudo sobre o processo seletivo: Residência Médica Unicamp 2023: inscrições, edital, vagas e mais!

7. AMRIGS – Universidade Franciscana

Na sétima colocação está o programa da Universidade Franciscana, em Santa Maria (RS), ofertado pela AMRIGS. O programa obteve uma relação candidato/vaga de 8 na seleção com ingresso em 2023. Ao todo, foram contabilizados 24 inscritos para 3 vagas ofertadas. Já a nota de corte para classificação fixou-se em 45 pontos.

8. AMRIGS – Escola de Saúde Pública (Farroupilha)

A oitava posição fica para o Escola de Saúde Pública, unidade Farroupilha, também participante do Processo Seletivo Unificado da AMRIGS. Para 2023, a instituição ofertou 2 vagas e contou com a inscrição de 14 candidatos, ou seja, 7 candidatos interessados para cada vaga.

9. PSU-MG – Universidade Federal de Viçosa

Em 9º lugar, há o programa da Universidade Federal de Viçosa, ofertado pelo PSU-MG. O programa de Medicina de Família e Comunidade teve uma concorrência de 6,5 candidatos por vaga em 2022/2023. Ou seja, 13 candidatos se inscreveram para 2 vagas ofertadas. A nota de corte para aprovação foi de 57,6 pontos.

10. AMRIGS – UNISINOS (Nova Petrópolis)

Para ingressar em Medicina de Família e Comunidade na UNISINOS de Nova Petrópolis, os interessados precisaram encarar a concorrência de 5,5 candidatos para cada vaga ofertada. Ao todo, a instituição ofertou 2 vagas para a especialidade por meio da AMRIGS 11 candidatos se inscreveram.

A nota de corte para lograr classificação no programa foi de 61 pontos.

Quer ser um dos próximos aprovados em Medicina de Família e Comunidade dessas excelentes instituições? Não fique para trás! Com o Estratégia MED você pode escolher a melhor maneira de estudar e garantir a sua vaga na residência médica em 2024. Você tem a chance de se preparar por meio da resolução de questões presentes em nosso Banco de Questões, que em maio de 2023 contava com quase 190 mil questões cadastradas. Vem ser coruja!

Banco de questões Medicina

Veja também:

Você pode gostar também