Novo genótipo do vírus da dengue é detectado no Brasil

Novo genótipo do vírus da dengue é detectado no Brasil

Pesquisadores da Fiocruz e Lacen-GO detectaram o genótipo cosmopolita do sorotipo 2 do vírus da dengue. Essa linhagem já havia sido encontrada na Ásia, Pacífico, Oriente Médio e África, tornando-se a mais disseminada do mundo. Porém, no Brasil nunca tinha sido encontrada.

Inscreva-se em nossa newsletter!

Receba notícias sobre residência médica e revalidação de diplomas, além de materiais de estudo gratuitos e informações relevantes do mundo da Medicina.

A descoberta desse novo genótipo foi feita por meio da análise de uma amostra referente ao caso registrado em Goiás, em novembro do ano passado. Essa foi a segunda vez que a linhagem apareceu nas Américas, a primeira foi em 2019, no Peru, quando houve um surto da doença no país.

Para aqueles preocupados como a disseminação desse vírus no Brasil, o pesquisador, pesquisador do Laboratório de Flavivírus do IOC/Fiocruz, Luiz Carlos Júnior Alcantara, explica:

“Ainda não sabemos como será a proliferação do genótipo cosmopolita no Brasil. Mundialmente, ele é muito mais distribuído e causa mais casos do que o genótipo asiático-americano, que circula no Brasil há anos. O quadro global indica que a linhagem cosmopolita tem capacidade de se espalhar facilmente”.

Contudo, já se pode descartar o aumento de casos de dengue, em Goiás, com a linhagem cosmopolita: “os dados mostram que o surto de dengue em Goiás não é causado pelo genótipo cosmopolita”, esclarece o cientista.

Um estudo preliminar sobre esse novo genótipo no Brasil já foi publicado pelos pesquisadores na plataforma de pré-print medRxiv.

Você também pode se interessar por:

Você pode gostar também